Ultimas Noticias

Os detalhes da negociação entre Dasa e Amil

Profissional de saúde e paciente - Metrópoles

A fusão que o Grupo Dasa e a Amil negociam é em torno de 24 hospitais, com a criação de uma nova empresa de hospitais e oncologia, cujo controle será dividido meio a meio: 50% dos Godoy Bueno e 50% de José Seripieri Junior, o dono da Amil. A nova empresa será listada em bolsa.

Se o negócio fechar, o que se espera que ocorra até quarta-feira (12/6), a nova empresa administrará 14 unidades hoje sob o controle da Rede Ímpar, da família Godoy Bueno, e 10 da Amil.

Do lado de Seripieri, iriam para a nova empresa, entre outros, o Hospital das Américas, os Samaritanos de Rio de Janeiro e São Paulo. Da Rede Ímpar, o Hospital Brasília e o Nove de Julho, entre outros. O Americas Centro de Oncologia Integrado (COI) também irá para a nova empresa.

Toda a parte laboratorial e diagnóstica permanecerá no Grupo Dasa e sob o controle, de cerca de 80%, dos Godoy Bueno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *